« esconde tudo, leva o meu cheiro para casa e esconde-o em ti. não deixes que ninguém saiba o nosso segredo, a nossa essência, o nosso rumo. não deixes que te falem de mim, não oiças o que os outros te dizem de nós e do mundo, eles não sabem nada de nós, eles nunca estiveram no meio de tudo aquilo que é e sempre foi nosso, aliás, só a nós nos pertence tudo isto. esta vida que vivemos, esta nossa vida que nos encaixa na perfeição. esta nossa vida que nunca foi perfeita, mas que foi, é e será sempre nossa, independentemente do rumo que o mundo nos fizer tomar. e hoje, só peço que me guardes em ti, perto, muito perto de ti, mesmo que eu não te veja ou tu não me fales, estarei aqui, junto de ti, com o melhor e o pior de mim. tu conheces-me. conheces-me de trás para a frente e da frente para trás. tu conheces-me o sorriso, a alma, a personalidade, o feitio e o coração. conheces-me praticamente desde sempre. e sabes sempre o que dizer e o que fazer nas alturas mais acertadas. e sabes perfeitamente que amo isso em ti. esses teus timings perfeitos. e hoje, só quero ficar por aqui, onde ninguém me vê, onde ninguém me julga, onde ninguém me deita abaixo, onde estou protegida pela descrição da noite, pelo silêncio do que fomos e do que somos. e prometo, que serei sempre o sorriso mais sincero, o abraço mais apertado, a lágrima mais sofrida, o suspiro mais puro, o olhar mais atento, a mão mais segura, o amor eterno. e, a minha presença, certa e segura, irá trazer-te sempre de volta os sons das nossas conversas, o calor dos nossos abraços nos dias quentes de verão, o sabor das nossas bocas na maneira mais pura de sentir o amor, o meu olhar dentro do teu como se nunca mais tivéssemos que mudar. e eu prometo, que serei sempre aquela menina insegura que num dia quente de verão, no nosso eterno abrigo, com o maior sorriso de sempre, te fez juras de amor eterno, aquela que irá cuidar sempre de ti mesmo que nunca dês por isso, aquela que será eternamente tua, quer para o bem quer para o mal. »

Sem comentários:

Enviar um comentário