i miss you ♥

« já não sinto paz em mim, já não sinto aquele bater forte do meu coração, já não sinto o frio nem vejo o sol a entrar pela janela, já não sinto as tuas mãos a agarrar as minhas, já não me sinto nem sequer em mim (…) eu estou a dar TUDO por ti a cada dia que passa, estou a desaparecer, a apagar-me aos poucos e ninguém dá por isso . hoje, a dor venceu-me sem eu dar por ela, foi-me matando por dentro e eu estou a começar a dar sinais de derrota. porque quanto mais chamo por ti, mais surdo estás e o que sinto por ti é o sentimento mais complexo que alguma vez senti, não sei o porquê dele existir, não sei como ele surgiu e nem sei desde quando o sinto. talvez este sentimento tenha estado sempre dentro de mim e eu nunca tenha dado por ele, talvez ele tenha surgido no dia em que olhei para ti no momento errado, no momento em que estavas com esse teu sorriso (perfeito) esboçado no rosto, porque foi isso que me cativou .. foi a tua voz que ainda hoje faz eco na minha mente e o teu olhar que me prendeu os sentidos num único, simples e arrebatador segundo. e eu percorri uma estrada tão longa para chegar a este ponto. superei, protegi, agarrei, abracei, defendi. e para quê ? para chegar ao ponto de ficar sem ar sempre que existe uma hipótese de me cruzar contigo, ao ponto do meu coração ficar descontrolado por apenas sentir a tua presença mesmo quando nem sequer estás . sabes, naquele derradeiro sábado à noite derrubaste tudo de mim. e hoje, chego a sentir que este não é o meu lugar. hoje fechei-me em mim e dava tudo para que ninguém me encontrasse, para que ninguém me visse neste estado, neste desespero, nesta mágoa, inteiramente entregue a ti . queria perder-me por aí, nesse teu mundo onde um dia podia esquecer tudo, onde um dia poderia esquecer(-te) e (sobre)viver a esta tua ausência que destrói um bom bocado de mim, a cada segundo que passa. porque agora sei que não sou tão forte como pensava e que talvez nunca te tenha merecido. porque agora não consigo mais ver-te sumir no tempo e ficar calada, imóvel. porque agora não consigo mais sentir-me incapaz de fazer algo que mude toda esta nossa história. mas, eu não estou pronta para dizer que desisto, para ouvir que não vales a pena, o sentimento e o esforço, porque eu sei que sim que vales por tudo e por todos (independentemente de como tudo está agora), porque eu sei que vales mais do que mostras com essa tua máscara que puseste para enganar o mundo e os outros, porque eu não sou capaz de levar com mais um mundo em cima (...) já me chegam as lágrimas que a noite me provoca e as memórias me criaram, já me chega o vazio que todos os dias toma conta de mim, e inevitavelmente de nós . e eu sei que com o tempo tudo irá passar, mas sei igualmente que nem o vento há-de ser capaz de levar o teu nome e a tua marca do meu coração. porque és demasiado valioso em mim. és mais, muito mais do que pensas e eu não consigo mais ver-te desaparecer, um bocadinho mais, a cada dia que passa, de dentro de mim. porque os meus olhos não mentem quando a minha boca o faz » :'c

Sem comentários:

Enviar um comentário