you, always ♥

« encontrávamo-nos ali, naquele meu eterno refúgio. naquele meu eterno pedaço de mundo. nós dois, as estrelas, o rio, o céu, o vento e a noite. despidos de marcas do passado, de mentiras de cobardes, de máscaras, de invejas do mundo, de tudo. éramos só eu e tu. entregues á noite, entregues àquilo que cada vez nos une e fascina mais, todos os dias. ao nosso amor, e á força que lhe pertence (…). éramos nós, sem fraquezas, falhas ou imperfeições. e foi nesse preciso instante de tempo, em que o brilho do mundo cintilava em nós, que olhei bem fundo nesses teus olhos verdes como água, inteiramente colados em mim, e vi o reflexo do que somos, do que temos, do que vivemos, e do que sentimos. e o meu mundo parou aí, nesse olhar, nesse sorriso. porque nada mais importava naquele momento a não ser aquela absoluta certeza, que me assaltou o peito e a alma e me mostrou  que és sem qualquer tipo de falha, tudo o que sempre esperei para mim. tudo o que sempre quis de nós (…). tu sorriste-me como se tivesses sentido comigo a natureza daquela brisa e me dissesses que ela estava certa. que éramos feitos da mesma matéria e do mesmo sentimento. e que sim, que estávamos destinados um ao outro e que iríamos amar como nunca aquela noite de certezas, aquela noite de juras mudas e olhares cúmplices. onde só a Lua presenciara e soubera do nosso segredo. porque apenas ela tem a capacidade de interpretar tudo o que nos pertence, porque apenas ela é capaz de brilhar tal e qual como tu brilhas inteiramente em mim. e a nossa essência está aí. está em ti, em mim, em nós, neste nosso eterno amor. e por isso, hoje sou capaz de afirmar e gritar ao mundo que te amo com o coração inteiro. que te amo como a Lua ama o céu, que te amo com alma e corpo inteiro. que te amo com tudo o que foi, é e será meu. porque tu és em mim muito mais do que alguém conseguirá algum dia imaginar possível. és o sorriso mais genuíno, a lágrima mais sofrida, o abraço mais apertado, a mão mais segura, o momento mais bonito, o segredo mais simbólico, a palavra mais sincera, o amor mais puro, és o homem da minha vida e isso será eternamente impossível de mudar em mim. venha quem vier, haja o que houver, aconteça o que acontecer. e eu amo-te. amo-te com a minha própria vida e irei amar sempre, todos os dias desta nossa eterna vida a dois (…) »


- da tua eterna, MartaTeixeira ♥

Sem comentários:

Enviar um comentário